Patrocínios

Riofilme

A Riofilme é patrimônio dos cariocas e dos brasileiros

Reposicionar a RioFilme na distribuição é, hoje, nosso principal objetivo no ano em que completamos 25 anos. Graças a este DNA, forjado no vazio deixado pela extinção da Embrafilme em 1990, conseguimos apoiar, direta ou indiretamente, nada menos do que 320 obras brasileiras. Uma respeitável carteira que vai desde o pioneiro ‘Conterrâneos Velhos de Guerra’ até os consagrados ‘Central do Brasil’ e ‘Tropa de Elite 2’, passando pelo curta-metragem ‘Tailor, o Filme’, de Calí dos Anjos, cineasta de 25 anos que conquistou o Kikito de melhor diretor na categoria.  Nos orgulhamos de nosso passado, estamos firmes no presente e mantemos os olhos no futuro.

Dentro desta lógica estamos em processo de negociação com 22 títulos, a serem lançados nos próximos meses, sendo o primeiro ‘Encantados’, de Tizuka Yamasaki, que começa sua maratona de estreias pelo norte do Brasil em 7 de dezembro,  e ‘Peixonauta’. Mas não são apenas filmes que apoiamos. Em nossa trajetória temos espaço também para eventos como o Visões Periféricas, importante festival que chega a sua décima primeira edição e confirma a importância de políticas descentralizadas para o audiovisual.

É importante a convergência de todos para um mesmo objetivo: fortalecer o Rio de Janeiro como o principal polo cinematográfico do Brasil. Para isso, focamos no que une, atuando de forma transparente e estabelecendo diálogo permanente, sem discriminação, com todos os segmentos do setor. Afinal, é aqui que o cinema brasileiro acontece.

Marco Aurélio Marcondes, diretor-presidente da RioFilme – Distribuidora de Filmes S.A.

Galeria de imagens