Tudojuntoemisturado

Eu Etiqueta

“Eu, etiqueta” é uma análise do poema de Drummond, que evidencia a forma como o consumidor se relaciona com o produto, transmitindo através do seu conteúdo a mensagem de que somos verdadeiras vitrines e uma extensão de identidades fabricadas para atender a sociedade de consumo.

Direção
Alex Walker
Alex Walker, diretor de Eu Etiqueta

Iniciou seu contato com o universo artístico em 2003, através da Cia. de Teatro Cortina, na Capital Alagoana. Em 2011 foi contemplado pelo Edital Micro Projetos para Território de Paz, para produzir o documentário Biu – em busca de um território de paz. Em 2013, dirigiu o curta A Galinha Degolada, premiado como melhor fotografia pelo Festival Literatura em Vídeo. Em 2014 foi contemplado pelo Edital Mais Cultura nas Escolas, com o projeto Biu 2, em busca de um território de paz. Atualmente é ator pelo primeiro grupo de teatro de rua de Alagoas, a Associação Teatro Joana Gajuru.

Duração: 
2 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Mu Ro Ru Mo

Qualé dos muros? Qualé dos rumos? Qualé, Brasil?

Direção
Heraldo HB
Heraldo HB, diretor de Mu Ro Ru Mo

Heraldo HB é animador cultural, poeta e produtor audiovisual. Há treze anos atua com Cineclubismo e Audiovisual através do Cineclube Mate Com Angu, na Baixada e no Norte Fluminense. É autor dos livros Engenharia de Aviãozinho (2009), pela Esteio Editora, e O Cerol Fininho da Baixada (2013), pela Editora Aeroplano.

Duração: 
2 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2014

Ausência

Somos animalescamente humanos de uma uma humanidade selvagem. Formas sem formas que se formam e nos enformam em uma fôrma que desenforma o amor nas suas variadas formas. Uma mesma história com diferentes vivências e uma decisão.

Direção
Ricco Lima
Layla Fassarella
Ricco Lima e Laysa Fassarela, diretores de Ausência

Ricco Lima é um ator e fotógrafo maranhense que se mudou para o Rio de Janeiro em 2010, com o objetivo de dedicar-se a sua carreira artística. Formou-se ator e logo passou a fazer televisão, curtas-metragens e teatro. Em 2015 é convidado a fazer parte de um grupo de atores que se propunha a produzir seus próprios trabalhos, o Coletivo Brisa. Nesse coletivo atua em seu primeiro curta metragem na Direção, na Fotografia, na Trilha Sonora e também como Ator.

Laysa Fassarela é atriz, dramaturga e se descobrindo diretora. Já atuou em peças de teatro, curtas metragens e participação na TV. Como dramaturga escreveu as peças teatrais "Fases da Lua" (estreia em Outubro/2015), "Ponto Final" e "Borboletas" com estreias previstas para 2016. Recentemente aceitou o desafio de, junto com outros artistas, criar o Coletivo Brisa com o objetivo de idealizar, criar e produzir audiovisual. "Ausência" é seu primeiro curta-metragem como diretora e roteirista, além de atriz.

Duração: 
3 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Ritual Pam Pam Pam

No território Caiataia, tribos sociais se organizam regularmente em rituais sonoros que reproduzem o “Pam-pam-pam” ou “Canto dos deuses furiosos”. Através de enormes caixas de som em veículos automotores, milhares de pessoas participam com danças e bebidas, buscando elevar os prazeres carnais e espirituais.

Direção
Ramon Coutinho
Ramon Coutinho, diretor de Ritual pam pam pam

Bacharel e licenciado em História pela Universidade Católica do Salvador e Cinema e Audiovisual na Universidade Federal da Bahia. É fundador e realizador do CUAL (Coletivo Urgente de Audiovisual), grupo que promove diversas ações audiovisuais, tanto na produção de vídeos e curtas metragens, quanto na exibição e realização de oficinas. Dirigiu, roteirizou, montou e produziu diversos curtas metragens.

Duração: 
4 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Inerte

Queria estar vivo, mas só sinto frio.

Direção
Davi Mello
Davi Mello, diretor de Inerte

Davi Mello nasceu em São Paulo e é formado em Cinema pela Universidade Anhembi Morumbi. Possui curtas­metragens que totalizam mais de 35 participações em festivais de todo o Brasil. É também escritor, tendo contos e poemas publicados em revistas especializadas.

Duração: 
5 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2014

Escola no cinema

Um grupo de alunos resolve fazer um curta metragem na escola, para isso é necessário dos equipamentos, roteiro, atores e muita dedicação da equipe além de convencer o gestor de que aquilo não é uma grande bagunça...

Direção
Lucas de Sá
Lucas Sá, diretor do filme Escola no cinema.

Lucas Sá é aluno da Escola Estadual Arthur Virgílio e "Escola no cinema" foi seu primeiro curta realizado.

Duração: 
5 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2014

A saída da fábrica

Quando o cinema se encontra na Fábrica.

Direção
Lucas Florêncio Guerra
Lucas Florêncio Guerra, diretor de A saída da fábrica

Graduando em audiovisual pelo Senac, em 2012 passa a integrar o Coletivo Cinefusão, onde realiza seu primeiro trabalho com cinema, o curta “El Día de la Batalla De Puebla”, que assina como co­roteirista. No Senac dirige o curta experimental “A Saída Da Fabrica” (2015). Atualmente desenvolve junto ao Coletivo Cinefusão, o projeto “Laboratório Cinefusão”, que consiste em uma experimentação permanente em vídeo, através de exercício temáticos e formais.

Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Otimizado

Um homem possui um trabalho estressante, lidando com papéis e problemas diariamente devido a burocracia. Um dia decide otimizar o trabalho e maximar sua vida obtendo mais tempo para si mesmo.

Direção
Cristiano Sousa
Cristiano Sousa, diretor de Otimizado

Formado em Artes Visuais na UFG, decidiu desde o final de 2013, assumir o cinema como total e única paixão, desde então, em apenas 2 anos, escreveu, dirigiu e produziu vários curtas metragens além de atuar como diretor de produção e produção de lançamento. Tem o privilégio de contar com obras selecionadas em mostras competitivas e paralelas em festivais no Brasil e exterior como Taquary, Sinu (Colômbia), Festival Entretodos SP, Recifest. RioFGC, Springfield LGBT Film Festival, OutfesPeru, La Otra Banqueta, Cine Del Mar, Coremas, Festival Brasileiro de Nanometragens entre outros.

Duração: 
2 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Um Minuto de Brasilidade

Registro histórico do dia 20 de junho de 2013, onde a população Manauara saiu às ruas para reivindicar seus direitos, melhorias na educação, transporte público, saúde de qualidade, mostrando ao resto dos estados brasileiros a sua força e indignação pelas injustiças sociais e a pouca vergonha de nossos representantes.

Direção
Bruno Pereira
George Augusto
Bruno Pereira e George Augusto, diretores de Um minuto de brasilidade

Bruno é professor de Ed. Física e George é Pedagogo, são realizadores audiovisuais Amazonenses e já tem mais de 20 curtas no currículo e participações em diversos festivais no Brasil. Seus curtas de sucesso são O entregador de água (2011), Lembranças do Amanhã (2012), Reciclável (2010). Ambos já participaram do Visões Periféricas em edições anteriores, Neguinho do Arrocha (2014), Vai que é tua Tafarinha (2015), Singeleza (2015).

Duração: 
1 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2013

Volta

Chegadas, partidas, trajetos e permanências numa grande cidade, onde é cada vez mais difícil o acesso à mobilidade, à ocupação dos espaços públicos e ao direito de ir e vir.

Direção
João Lima
João Lima, diretor de Volta

João Lima é jornalista, poeta, fotógrafo e artista visual. Integrou coletivos que atuam nas áreas de comunicação popular, produção cultural, direito à cidade e direitos humanos. Hoje atua como artista-residente do Hotel da Loucura, sede da Universidade Popular de Arte e Ciência, onde trabalha conceitos e instrumental do campo da psiquiatria cultural e práticas da educação popular em saúde.

Duração: 
5 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

O Menino e o Pássaro

Após susto, garoto desiste de criar pássaros.

Direção
Ricardo Sena
Ricardo Sena, diretor de O menino e o pássaro

Ricardo participou da quarta edição do Projeto Revelando os Brasis, sendo diretor e Roteirista do filme O boi roubado, exibido no Canal Futura e selecionado para mostra competitiva do Festival de Cinema Baiano ­ FECIBA 2015. É Proponente e Fotógrafo do Projeto Imagens do Jacuípe. Participou do Festival Tela Digital, com o filme O baba na quadra, exibido na TV BRASIL. É estudante do curso de Cinema e Audiovisual da UFRB.

Duração: 
5 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Chaira

CHAIRA conta um pouco da vida de Bolotinha, um jovem pobre que no auge da vontade de comer um bife acaba despertando a malícia para o crime, iniciando uma gangue especializada em assaltos com facas.

Direção
Junior SQL
Junior SQL, diretor de Chaira

Junior SQL começou a produzir vídeos para internet em 2005 após fundar o grupo "Inútil" especializado em vídeos de insanidade, skate e grafite. Em 2008 entrou para o grupo La Fênix e de lá pra cá foi acumulando views em seus vídeos e se tornou uma personalidade conhecida no youtube. Em 2015 SQL resolve sair do La Fênix para se dedicar ao seu sonho de fazer filmes, e em apenas 1 mês lança "CHAIRA" e "CORAÇÃO DE MÃE" seus primeiros curta-metragens.

Duração: 
5 min
Gênero:
Classificação indicativa:
Ano: 
2015

Apoios, patrocínios, parcerias, promoção e realização.